Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

POESIA ÀS ESCONDIDAS

Poemas escritos por António Só

Futuro

Março 22, 2010

Que estrela me dirá: "é por aqui!

Que trevo vem ditar-me a branca sorte,

Que mão me amparará na hora da morte,

Que deus me acode, eu que nunca Deus vi?

 

Que bem virá travar o mal que tenho,

Que mal virá tirar-me o bem que tive,

Eu que no céu e inferno nunca estive

O sol banha-me de ouro, e não me é estranho.

 

Que mãos gentis agarram minhas mãos

Na hora em que a vida me dá aperto,

Quem cobre o sol no meio do deserto,

Vem apanhar do chão meus sonhos vãos?

 

Quem vem tratar-me a ferida intratável,

Quem decapita a fértil solidão,

Quem vem dizer-me sim, se digo não,

Quebrar a minha dor inquebrantável?

 

Quem vem trazer-me frutos numa cesta

Nítidos, frescos, como o meu presente

Quem quer entrar dentro da minha mente,

Perder-se no labirinto que resta?

 

Quem vem matar-me o feroz Minotauro

Que me devora sonhos que plantei,

Ou ensinar-me a ver o que não sei,

A ver? Vem tu Quíron, sábio centauro?

 

Ó árvores da infância ainda vos oiço,

A sombra amiga, abrigo que me deram,

Ó plátano que os ramos envolveram

Uma corda para andarmos de baloiço?

 

Ó folhas espalhadas no oco vento,

Constante latejar da alva infância,

Que alegria é viver na ignorância,

Sentir sem se pensar um sentimento

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2006
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2005
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub