Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

POESIA ÀS ESCONDIDAS

Poemas escritos por António Só

A vaidade das flores

Fevereiro 03, 2009

Da rosa, amo a saudade no Inverno,

O que me prende o passo quando passo

Logo do meu declínio me desfaço,

Pois sem Beleza, amor, mal me governo.

 

Nos seus lábios vermelhos há um beijo

Ardente, que me prende e me devora

é muito mais que libido ou desejo,

É um novo alento que me revigora.

 

Também da margarida ou branco lírio,

Da violeta ou da dália oferecida

Do cravo que nos crava manso olhar;

 

Em cada flor se lê: “Eu sou delírio,

Dos amantes, dos poetas, e vencida

Ficarei a quem vier me contemplar.

4 comentários

  • Imagem de perfil

    António Só 03.02.2009

    Poderei a uma pessoa evoluída como a Maria João dizer-lhe que tenho o meu lado feminino. Há quem julgue uma idiotice mas idiota é aquele que ainda não descobriu o seu.
    A Maria João continua perspicaz. Obrigado pelas suas palavras, minha amiga

    Enorme abraço
  • Ufa! Tem toda a razão, Poeta. Todos nós temos esse lado do sexo oposto, mas tive algum receio de que não gostasse da forma como pus a apreciação...
    Abraço grande!
  • Imagem de perfil

    António Só 04.02.2009

    Como poderia pensar que viesse de si uma depreciação? Não me envergonho de ter o meu lado femino pois, essa sensibilidade que lhe advém, dá-me a preciosa perspicácia para compreender melhor a minha amada Patrícia. Como é difícil saber o que vai no coração de uma mulher... Com todo o respito, minha amiga
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Mais sobre mim

    foto do autor

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Arquivo

    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    Em destaque no SAPO Blogs
    pub