Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

POESIA ÀS ESCONDIDAS

Poemas escritos por António Só

Efeito Borboleta

Setembro 21, 2007

A brisa suave,
Da fresca manhã,
Inspira-me versos,
Para um amanhã.
 
O céu violeta,
Inspira-me flores,
A Lua discreta,
Refrescam amores.
 
O rio que correndo,
Escuta o que traz,
Gaivota rasgando,
O silêncio voraz.
 
Loureiro crescendo,
Inspira-me a glória,
E nada acontece,
Não vivo uma história.
 
A história que é minha,
Traz-me lembranças,
De cisnes tão brancas,
Risos de crianças.
 
Os olhos mais claros,
Iluminam pontes,
Feitas de pedra,
Beijando horizontes.
 
As ondas do mar
Batendo na rocha,
Acende no ar,
Em alma uma tocha,
 
Na veia percorre,
Meu sangue de vivo,
Vermelho tão quente,
Dum ser redivivo.
 
O túmulo acorda,
Desperta-me, algoz
De ilusão, fecunda
Ter a Morte voz,
 
A voz que murmura,
Punhais afiados,
Destinos profundos,
Sem cantos, sem lados.
 
Tapando os meus olhos,
Vejo o que não quero,
Sem algum esforço,
Vejo o mar de Homero.
 
Por isso me deixo,
Com o vento tão leve,
Tão puro e suave,
Como tu, como a neve.
 
Alva borboleta,
Pisando na flor,
Retira-me versos,
Cândidos de Amor;
 
Esconde-se esquiva,
À espera do nada,
Que envolva o jardim,
Sem olhos, sem guarda.
 
A abelha beijando,
A flor que se inclina,
O nectar levando,
Laborosa, digna.
 
Perante a abelha,
Se curvam as flores,
Perguntam, que tenho?
Estou louco, Senhores.

4 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2006
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2005
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub