Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

POESIA ÀS ESCONDIDAS

Poemas escritos por António Só

Visões

Julho 12, 2007

Sonhei ser tudo mais do que devia,
Sonhei com a luz clara, a poesia,
Sonhei poder dormir enquanto houvesse,
Sono, e assim, a dor desaparecesse.
Sonhei haver amor, no céu, nas estrelas,
Colhê-las, e cintilando como elas.
Sonhei conhecer quem eu desejasse,
Sonhei amar alguém, e alguém me amasse.
 
Sonhei haver bondade nesta terra,
Sonhei não haver dor, não haver guerra,
Que alguém pudesse ser quem desejasse,
E vivo a felicidade encontrasse.
Sonhei as milagrosas, doces curas,
Encantos, beijos, abraços, ternuras,
Sonhei oferecer mais do que flores,
No lugar de belicosos amores.
 
Sonhei deter mais vida em mim, sentir,
Como um diamante puro a refulgir,
E cintilasse a alma como a estrela,
Que alguém pudesse, vê-la, onde outra atrela.
Sonhei haver cor onde vence o escuro,
Mas eis que farto apenas vivo e duro.
Colhi mais sonhos. E coleccionei,
stórias de alguém por quem me interessei.
 
Mas eis que cessa o sonho, e sobe a treva,
Trepando sobre as árvores, da erva,
E eis que embarco, só por um instante,
Fingindo ter por perto um deus sonante,
E logo que a manhã rósea desponta,
Já tenho uma história que ninguém conta,
Por ser amante do que não se vê,
Fui sempre assim sem eu saber porquê.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2006
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2005
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub