Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

POESIA ÀS ESCONDIDAS

Mais de mil poemas escritos às escondidas De António Codeço (1976 - 20??)

Mais de mil poemas escritos às escondidas De António Codeço (1976 - 20??)

Chuva de estrelas

Às vezes olho as estrelas,

E penso que elas nos olham

Que esperam pela extinção

Dos Homens frágeis na terra.

Cintilam pela ganância

Futura humana desgraça

P'ra quando formos embora

Fazerem lares na terra

Serão majestosas rainhas

Será real como os Homens

Que quando forem embora

Virão reinar as estrelas.

São olhos na noite escura

Cintilam pela ansiedade

Dessa chuva celestial

O mais depressa possível

Mantendo viva esperança

Aguardam noites inteiras

À espera que o Homem caia

À espera da humana desgraça.

E porque o Homem não cai

Nem chega a ruína humana

Fogem quando chega o Sol

Que assim discursa para elas:

“Por mais que queiram a terra

Fazer dela vosso lar,

Digo-vos que nunca serão

A gente humana que amo

Não tendes em vós coração

Nem sofrem, apenas brilham

E o vosso brilho me é vão

Sou mais brilhante que vós.

Fugi para os vossos lugares

Suspensos no espaço eterno

Que eu brilho nessa esperança

Dos Homens serem melhores,

Mesmo que um dia me engane

Mesmo que um dia me acabe

A luz que vida germina

A humana vida que amo.”

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2005
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D